Famílias de baixa renda podem retirar o Cartão Social em Porto Alegre

Créditos podem ser utilizados na compra de alimentos e materiais de higiene e limpeza. (Foto: Cesar Lopes/PMPA)

O prazo para retirada do Cartão Social do Programa Municipal Temporário de Transferência de Renda, previsto para terminar no dia 11 deste mês, foi prorrogado indefinidamente pela prefeitura de Porto Alegre.

Os beneficiários devem retirar o cartão na sede da Fasc (Fundação de Assistência Social e Cidadania), na avenida Ipiranga, 310, das 9h às 12h e das 13h30min às 17h, de segunda a sexta-feira.

Cerca de 6,4 mil famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) que se enquadram nos critérios de vulnerabilidade social e situação de pobreza têm direito ao benefício. Até o momento, cerca de 3 mil cartões foram retirados. Neste link, é possível conferir quem tem direito ao auxílio. Caso positivo, o site informa ao beneficiado o valor a receber. Mais informações podem ser obtidas pelo fone 156 da prefeitura.

O cartão é concedido a famílias que se enquadram em faixa de renda mensal per capita de R$ 89 a R$ 522,50. Famílias com rendimento per capita de até R$ 89 têm direito ao valor fixo de R$ 150.

Quem ganha de R$ 89 a R$ 178 recebe R$ 100. Já as famílias com renda de R$ 178 a R$ 522,50 recebem R$ 50. Em todas as faixas, é somado R$ 50 para cada um dos demais integrantes da família: cônjuge, crianças de 0 a 12 anos, adolescentes de 13 a 17 anos, pessoas com deficiência e idosos. Não há limite de número de integrantes da família.

O auxílio emergencial será concedido pelo prazo de três meses, podendo ser prorrogado por igual período, até o fim da vigência das medidas de restrição de circulação e de atividades econômicas em virtude da pandemia da Covid-19.

Os créditos podem ser utilizados na compra de gêneros alimentícios e materiais de higiene e limpeza em mercados, supermercados e padarias. Está vedado o uso para compra de bebidas alcoólicas, cigarros e afins.

Comentários