Federasul pede o fim da impunidade na votação do STF hoje (04)

Preocupada com a votação desta quarta-feira (04) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a Federasul emitiu uma nota oficial, intitulada “Pelo Fim da Impunidade”. A entidade se une ao clamor popular “pelo princípio de que a Lei vale para todos”. A nota, de três parágrafos, lembra que a “Operação Lava Jato trouxe esperança de que ricos e poderosos também pagariam por seus crimes”. Veja a íntegra:

“PELO FIM DA IMPUNIDADE

Na quarta-feira, 4 de abril, perante a mais alta Corte do País, um ex-presidente, condenado pela Justiça em Primeira e Segunda instâncias, tentará garantir seu direito de desfrutar em liberdade tudo que angariou no exercício da política, das relações, da influência…

O que estará em jogo é o princípio de que a Lei vale para todos!

A maior recessão da história deste País nasceu de uma grave crise moral e ética, com reflexos sociais e econômicos devastadores: milhares de pessoas morrendo em corredores de hospitais, por falta de recursos desviados, milhões de desempregados e vítimas da violência, numa segurança em estado de caos. Mais de 200 milhões de brasileiros tiveram seus direitos mais básicos negados, cumprindo pena por crimes que não cometeram.

A Operação Lava Jato trouxe esperança de que ricos e poderosos também pagariam por seus crimes. Os milhões de cidadãos de bem, vítimas dos reflexos da corrupção, querem sua liberdade de volta, seu direito a um País decente, querem um Brasil em que se faça justiça, querem o fim da impunidade!

Com fé em tempo melhores, unimos nossa voz ao clamor popular.

Federação de Entidades Empresariais do RS”

Comentários