Feminicídio cresce mais de 40% no Rio Grande do Sul em 2018

Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o número de feminícidio cresceu no estado do Rio Grande do Sul em 2018. O estado registrou elevação de 40,96% no número de casos que envolvem questões de gênero ou em circunstâncias de violência doméstica no ano passado se comparado ao mesmo período do ano anterior. No ano passado, foram 117 feminicídios, 34 a mais do que em 2017.

O Rio Grande do Sul ocupa a terceira posição entre as unidades da federação, ficando atrás apenas de Minas Gerais e São Paulo. No Brasil, o número de feminicídios também registrou elevação, subindo de 1.151 para 1.206 (4,7%). Desde 2015, a legislação enquadra homicídios que envolvam “violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher” como feminicídio, o que agrava as penalidades.

Comentários