Feriadão de Finados tem policiamento reforçado no litoral gaúcho

Efetivo recebe reforço nas praias dos litorais Norte e Sul. (Foto: BM/Divulgação)

O policiamento e o patrulhamento serão reforçados no litoral gaúcho neste feriadão de Finados. Segundo a Secretaria da Segurança Pública do RS, entre esta sexta-feira (30) e segunda (02), Brigada Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar terão, além do efetivo regular, 380 servidores a mais nos municípios litorâneos.

O vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e representantes das forças de segurança realizaram, na tarde de quinta (29), uma reunião, por videoconferência, com prefeitos da Amlinorte (Associação dos Municípios do Litoral Norte) para apresentar o planejamento, que também inclui as praias da região Sul. Também participou do encontro o secretário de Articulação e Apoio aos Municípios, Agostinho Meirelles.

“É um reforço importante para assegurar a tranquilidade nesse feriadão, que soma esforços ao trabalho das vigilâncias sanitárias municipais, de forma que os gaúchos possam aproveitar esses dias de descanso com segurança e respeito aos protocolos de prevenção contra a Covid-19. Está também em elaboração o planejamento da Operação RS Verão Total 2021, que terá uma série de reflexos da pandemia, exigindo o alinhamento de todas as atividades com os protocolos sanitários de prevenção. A previsão é começarmos em 19 de dezembro, mas a partir da demanda dos prefeitos, faremos uma análise da viabilidade em termos de custo e de logística para antecipar no que for possível”, afirmou Ranolfo.

“Consideramos muito satisfatória essa resposta imediata da Segurança Pública. Agradecemos a atenção para esse final de semana, que será um teste importante para o período de veraneio. Levarei a todos os prefeitos esse rápido retorno do governo do Estado”, comentou o presidente da Amlinorte, Pierre Emerim da Rosa, prefeito de Imbé.

O policiamento nos municípios litorâneos estará reforçado durante todo o feriadão com a presença de 150 alunos-soldados da BM, que farão a atividade como parte do período de estágio supervisionado, atuando no patrulhamento das 13h à meia-noite. Além disso, dois pelotões com 60 policiais militares dos cinco Batalhões de Polícia de Choque que estão na Operação Inpulsa, de ampliação da presença ostensiva na Região Metropolitana, serão deslocados para atuar no litoral entre esta sexta e segunda-feira. Um helicóptero do Batalhão de Aviação ficará a postos na base de Capão da Canoa.

Nas praias do Cassino e Laranjal, em Rio Grande, o incremento será com tropas das Forças Táticas da região. Para o acompanhamento da movimentação nas estradas, o Comando Rodoviário da Brigada Militar vai intensificar as ações de fiscalização nas principais rotas.

Para garantir a segurança dos banhistas, o Corpo de Bombeiros Militar terá o emprego de duplas de guarda-vidas militares nas guaritas centrais dos balneários de Torres, Arroio do Sal, Capão Novo, Capão da Canoa, Xangri-lá, Atlântida Sul, Imbé, Tramandaí, Nova Tramandaí, Cidreira, Pinhal, Quintão, Cassino e Laranjal.

Além disso, haverá patrulhamento de três motoaquáticas, sendo uma em Torres, uma em Tramandaí/Imbé e outra em Rio Grande. Nos locais de maior concentração, ainda haverá patrulhas volantes na faixa de areia.

Pela Polícia Civil, haverá reforço nos plantões policiais e nas atividades de volantes operacionais em Capão da Canoa, Torres, Tramandaí, Cidreira e Rio Grande, com um total de 60 agentes.

Comentários