Festa clandestina com 27 pessoas é interrompida no Litoral Norte gaúcho

Uma festa clandestina foi interrompida, na noite de sábado (08), em uma propriedade na localidade de São Simão, em Mostardas, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. No local, que funciona uma serraria, estavam 27 pessoas. Elas não usavam máscara, segundo o boletim de ocorrência registrado na delegacia.

De acordo com a Brigada Militar, após uma denúncia, foi montado ação conjunta com a Polícia Civil, Vigilância Sanitária e Conselho Tutelar. O organizador da festa, um empresário, vai responder em liberdade por infringir medidas sanitárias. A BM informou que ele tem antecedentes por desacato e perturbação.

“As pessoas que ainda resistem em respeitar essas medidas de proteção serão responsabilizadas tanto no campo civil, administrativo, como penal, pois estamos falando em saúde pública e na proteção da vida das pessoas”, disse o prefeito de Mostardas Moisés Pedone.

Segundo boletim da Secretaria Estadual da Saúde, o município tem 30 pessoas contaminadas pelo coronavírus, e não há registro de mortes pela doença. No Rio Grande do Sul, até a noite de sábado, eram 2.346 mortes e mais de 83,5 mil infectados.

Comentários