Feto é encontrado enterrado dentro de um saco plástico em Porto Alegre

A Polícia Civil informou nesta segunda-feira (16) que encontrou um feto enterrado dentro de um saco plástico em uma residência no bairro Lomba do Pinheiro, na Zona Leste de Porto Alegre.

Um mandado de busca e apreensão foi cumprido no local com o apoio do Grupo de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros e com o auxílio de cães farejadores.

Segundo a delegada Tatiana Barreira Bastos, uma mulher denunciou à polícia que, quando descobriu que estava grávida, o seu companheiro, a mãe e a irmã dele a mantiveram em cárcere privado na residência da família, lhe forçaram a ingerir vários comprimidos de um remédio abortivo e ainda inseriram mais alguns comprimidos na sua vagina, a fim de provocar um aborto.

Em decorrência disso, a vítima passou mal e precisou ser internada, onde foi constatado que o feto ainda estava com vida e com cinco meses de gestação. A sogra da vítima a retirou do hospital e a manteve novamente em cárcere, ministrando medicamentos até que a vítima expelisse o feto, o qual foi enterrado no pátio da casa da família.

Os suspeitos prestaram depoimento à polícia e foram liberados. O caso está sendo investigado.

Comentários