Foi preso o sexto integrante de uma quadrilha que planejava resgatar um detento e matar autoridades no Rio Grande do Sul

A Polícia Civil prendeu, no final da tarde de terça-feira (05), durante uma operação da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de São Leopoldo, no Vale do Sinos, um homem que fazia parte de um grupo de extermínio ligado ao tráfico de drogas. O bando planejava resgatar um detento e matar autoridades.

O criminoso foi capturado no bairro Santa Marta. Segundo o delegado Rodrigo Zucco, o bandido, de 32 anos, é o sexto integrante da quadrilha preso pela polícia. “Em depoimento, o preso confessou um plano de resgate de um detento da Pasc [Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas] que iria depor na Vara do Júri de São Leopoldo”, disse Zucco. Ele possuía contra si um mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas, porte de arma de fogo e receptação.

Conforme o delegado, os quadrilheiros só não conseguiram resgatar o detento da Pasc porque a audiência em que ele compareceria, em fevereiro, foi cancelada. O bando é responsável pela morte de um agente do Centro de Atendimento Socioeducativo de Novo Hamburgo, em janeiro deste ano. Os criminosos também estariam planejando as execuções de um policial civil e de um membro do Poder Judiciário. As informações foram divulgadas na manhã desta quarta-feira (06).

Armas de fogo

Agentes da 2ª Delegacia de Polícia de Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, prenderam, na noite de terça-feira, um homem que portava ilegalmente dois revólveres municiados. De acordo com o delegado Rafael Soccol Sobreiro, ele seria segurança de um dos condomínios da avenida Planaltina. “O homem possui antecedentes policiais por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e lesões corporais”, acrescentou.

 

Comentários