Foram registradas cerca de 10 mil infrações de trânsito no feriadão de Natal no Rio Grande do Sul

Da 0h da última sexta (22) até a meia-noite de segunda-feira (25), 23.683 veículos foram alvo de fiscalização dos órgãos de trânsito do Rio Grande do Sul na 82ª edição da Viagem Segura. Na operação promovida pela Polícia Rodoviária Federal, Detran-RS, Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM, foram registradas 9.429 infrações, recolhidos 761 veículos e retidos 171 documentos de habilitação.

Apesar do esforço conjunto para a redução da acidentalidade, o número total de acidentes chegou a 189, o que resultou em 11 mortes no local (média de 2,75 por dia) e 146 feridos. No Natal do ano passado, foram 23 mortes em três dias da operação de Natal, considerando os falecimentos em até 30 dias após o acidente.

Foram 54 autuações por direção sob a influência de álcool constatadas por teste positivo no exame do etilômetro. Entre essas, 22 condutores foram enquadrados por crime de trânsito e conduzidos à delegacia de polícia por apresentarem níveis acima de 0,33 miligrama (mg) de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. Outros 115 condutores se recusaram a realizar o teste. Todos sofrerão as sanções administrativas do artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro, ou seja, multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por um ano (além da retenção do veículo e do documento).

Megablitz

Na noite de sexta, Detran-RS, Brigada Militar, Polícia Civil e EPTC realizaram mais uma operação conjunta em Porto Alegre. A Megablitz ocorreu na avenida Osvaldo Aranha, na altura do número 685, com a participação de equipes da Balada Segura. Foram abordados 256 veículos, resultando em 74 autuações diversas. A fiscalização flagrou dois motoristas dirigindo sob a influência de álcool (teste do etilômetro positivo) e outros 17 que se recusaram a fazer o teste, todos igualmente autuados.

Viagem Segura

A Operação Viagem Segura tem como principais parceiros PRF (Polícia Rodoviária Federal), BM (Brigada Militar, CRBM (Comando Rodoviário da BM), Detran-RS (Departamento de Trânsito do RS) e Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais (EPTC – Empresa Pública de Transporte e Circulação em Porto Alegre), ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Cetran (Conselho Estadual de Trânsito), Daer (Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem), EGR (Empresa Gaúcha de Rodovias), Famurs (Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul ), Sest/Senat, além de representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club e o Instituto Zero Acidente.

Comentários