Força dos ventos diminui, mas furacão Dorian ainda ameaça costa dos EUA; veja vídeos


O furacão Dorian deixou pelo menos cinco mortos nas Bahamas. (Foto:Reprodução/ NOAA)

O furacão Dorian caiu para a categoria 2 nesta terça-feira (3), de acordo com o Centro Nacional de Furacões, que tem sede em Miami. Agora, ele atua com ventos entre 152 km/h e 176 km/h e se desloca lentamente até a costa dos Estados Unidos. Mesmo com intensidade menor, furacão ainda ameaça a costa norte-americana.

Mesmo que o furacão não encoste no solo, é possível que provoque danos na costa da Flórida, da Geórgia e também de Carolina do Sul. Milhares de pessoas da região costeira receberam ordens para deixar as casas como medida de segurança.

Na segunda-feira (2), foram confirmadas cinco mortes causadas pelo Dorian nas Ilhas Ábaco, na região das Bahamas. Entre as vítimas está um menino de 7 anos. O primeiro-ministro Hubert Minnis declarou que o furacão trata-se de uma tragédia histórica e terá que ser superado com o tempo. A Organização das Nações Unidas (ONU) enviará ajuda emergencial às 61 mil pessoas das Bahamas atingidas pela catástrofe. Alimentos e suporte médico são prioridade.

Comentários