Foro Regional da Restinga será fechado para reformas

Obras devem durar oito meses. Serviços funcionarão no Foro Regional da Tristeza no período. (Foto: Arquivo TJRS)

O Foro Regional da Restinga estará fechado a partir da próxima sexta-feira para o início de uma série de reformas estruturais e de acabamento. A duração prevista para as obras é de cerca de oito meses.

Toda a estrutura necessária para a continuidade da prestação jurisdicional oferecida no prédio em reforma será transferida para o Foro Regional da Tristeza (Av. Otto Niemeyer, 2000), onde o atendimento passará a ser realizado a partir do dia 26 deste mês. Serão transferidos cerca de 20 mil processos e 80 pessoas – 60 integrantes do Judiciário, mais 20 da Defensoria Pública e do Ministério Público.

O Expediente que autoriza o procedimento foi assinado nesta quarta-feira pela Corregedora-Geral da Justiça, desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira.

Expediente interno

De 16 a 23 deste mês, o expediente será exclusivamente interno no Foro Regional da Restinga, com prazos processuais suspensos, em função da preparação para a mudança de pessoal e materiais. Da mesma forma:

– Não haverá prejuízo à realização das audiências previamente marcadas do Juizado Especial Criminal, que ainda serão realizadas no Foro da Restinga.

– Não haverá prejuízo à realização das audiências previamente marcadas do CEJUSC, que serão realizadas no Foro da Tristeza.

– A apreciação de medidas urgentes pelos próprios magistrados das unidades, que serão atendidas no Foro da Tristeza.

Melhorias

De acordo com o Tribunal de Justiça, a reforma no prédio do Bairro Restinga permitirá melhorar a acessibilidade no local, com o elevador passando a atender a todos os quatro andares. A criação de um acesso exclusivo para réus presos, que hoje são conduzidos pelo mesmo espaço do público e de quem trabalha no Foro, é um dos itens de segurança a serem aprimorados.

Outro avanço é a instalação de sistema de vigilância por câmeras mais moderno, informa o juiz-supervisor do Foro, Osmar de Aguiar Pacheco.

As obras conduzidas pelo Departamento de Engenharia do TJRS incluem ainda itens do PPCI, como o enclausuramento de escadas. Serão revitalizadas a parte elétrica, a iluminação e o acabamento de pisos, paredes e forros.

Instalações

O Foro Regional da Restinga possui uma Vara Cível com dois Juizados, uma Vara Criminal, Juizados Especiais Cível e Criminal e Vara de Violência de Doméstica. O prédio foi inaugurado em 1994 e localiza-se na avenida João Antônio Silveira, 2545.

Comentários

Comentários

10 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.