França anuncia investimento de US$ 500 milhões para proteção à Amazônia


O presidente francês, Emmanuel Macron, já havia anunciado interesse em colaborar financeiramente com a Amazônia. (Foto: União Europeia). (Foto: European Parliament/Fotos Públicas)

O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou uma parceria com os maiores doadores internacionais, incluindo o Banco Mundial, para levantar US$500 milhões para proteger a Amazônia. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (23), em Nova York, onde acontece a Cúpula do Clima da ONU. O financiamento do reflorestamento da Amazônia foi um dos temas centrais de uma reunião especial organizada pela ONU.

A iniciativa foi do próprio presidente da França, juntamente com os presidentes do Chile, Sebastián Piñera, da Colômbia, Iván Duque, e da Bolívia, Evo Morales. Em agosto, Macron chegou a anunciar ajuda dos países do G7 para combater as queimadas no valor equivalente a R$91 milhões. O governo brasileiro, na época, questionou os interesses desses países na região amazônica.

Na reunião, Macron também fez algumas críticas à atuação do Brasil na defesa do meio ambiente. Ele citou o Brasil como um risco e lamentou a ausência de representantes brasileiros no encontro. “Estamos discutindo tudo isso sem o Brasil presente. O Brasil é bem-vindo”, afirmou.

Comentários