Gastos de brasileiros no exterior aumentam 38% em julho e são os maiores para o mês em três anos

As despesas de brasileiros no exterior cresceram 38% em julho deste ano, para US$ 1,87 bilhão, em relação ao mesmo mês do ano passado, informou nesta quarta-feira (23) o BC (Banco Central). No mesmo período de 2016, os gastos lá fora somaram US$ 1,36 bilhão.

Os números do BC mostram também que esse foi o maior valor para o mês de julho desde 2014, quando as despesas no exterior totalizaram US$ 2,40 bilhões. Em relação a junho, a alta foi de 24,44%.

Os gastos de brasileiros no exterior cresceram em um período de desvalorização do dólar. Em julho de 2016, a moeda norte-americana oscilou entre R$ 3,23 e R$ 3,24. Em julho deste ano, a moeda norte-americana terminou cotada a R$ 3,11.

A queda do dólar nos últimos 12 meses, na comparação com o real, deixa as viagens ao exterior mais atrativas para os brasileiros e estimula os gastos fora do País. A moeda norte-americana fechou o mês de julho cotada a R$ 3,11. Já no ano passado, a cotação no fim do mês era de R$ 3,24.

No acumulado dos sete primeiros meses deste ano, segundo o BC, as despesas de brasileiros no exterior avançaram 34,1%, para US$ 10,6 bilhões. No mesmo período do ano passado, os gastos lá foram haviam somado US$ 7,9 bilhões

Gastos de estrangeiros

Ainda segundo o BC, os gastos de estrangeiros no Brasil somaram US$ 440 milhões em julho deste ano, o que representa queda de 5,58% frente ao mesmo mês de 2016 (US$ 466 milhões).

No acumulado dos sete primeiros meses deste ano, as despesas de estrangeiros no Brasil somaram US$ 3,5 bilhões, valor também abaixo do registrado no período de janeiro a julho do ano passado (US$ 3,6 bilhões).

Comentários