Gente boa também mata”, diz o slogan da uma campanha publicitária polêmica do Ministério dos Transportes

Pensada para alertar motoristas de que condutas perigosas no trânsito praticadas por pessoas de bom coração também podem matar, a campanha publicitária “Gente Boa Também Mata”, lançada nessa segunda-feira (2), tem sido alvo de uma enxurrada de críticas nas redes sociais.

O governo lançou a campanha em vídeo e espalhou outdoors por diversas cidades do Brasil, com textos como: “Quem resgata animais na rua pode matar”; “O melhor aluno da sala pode matar”. Na própria página do Ministério dos Transportes no Facebook surgiram as primeiras polêmicas. “Pior campanha dos últimos tempos. Além de abobalhar a bondade, mistura uma avaliação moral das pessoas com a questão das mortes no trânsito. Campanha de baixa compreensão ética dos problemas da vida urbana! Até quando?”, escreveu uma internauta.

A campanha já está entre os mais comentados do Twitter. No microblog, o deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SP), coordenador da Frente Ambientalista do Congresso Nacional, anunciou que já tomou uma medida: “Sobre a campanha do Ministério dos Transportes, informo que já solicitei a retirada dessa publicidade das ruas. Seguimos vigilantes”.

Comentários