Governador autoriza abertura de concurso público para o Instituto Geral de Perícias

Foi assinada, nesta segunda-feira (15), a autorização para abertura de concurso público que contratará 106 novos servidores para o IGP (Instituto-Geral de Perícias), vinculado à SSP (Secretaria da Segurança Pública). Serão 35 vagas para perito criminal, 35 para médico-legista e 36 para técnico em perícias. O reforço no efetivo do IGP é uma das ações do pacote de medidas da segunda fase do Plano Estadual de Segurança Pública, lançado em junho deste ano.

O governador José Ivo Sartori disse que a abertura do processo representa a “recomposição parcial do quadro de pessoal, atendendo a uma demanda do instituto”. “Precisamos evoluir apesar das dificuldades enfrentadas pelo estado. Tudo o que plantarmos hoje no serviço público, tenho certeza que vai perdurar por muito tempo. O concurso no IGP valoriza todos os quadros efetivos da Segurança Pública”, destacou. Ele acrescentou que está orgulhoso do trabalho feito por todos os órgãos de segurança.

A expectativa é de que as provas sejam aplicadas ainda este ano pela FDRH (Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos), segundo informou o diretor-geral do IGP, Cleber Müller. “Essa recomposição emergencial do quadro de pessoal vai representar o aumento da produtividade do IGP. Além disso, vamos suprir carências em todas as regiões e abrir mais três coordenadorias nos municípios de Santa Cruz, Erechim e Uruguaiana, e reabrir a coordenadoria de Osório”, assegurou.

O secretário de Segurança Pública, Wantuir Jacini, ressaltou o esforço do governo do Estado em investir R$ 166,9 milhões em Segurança mesmo num momento de dificuldade nas finanças públicas. “A perícia é essencial para a percepção criminal e hoje é um dia significativo para a modernização da perícia e aquisição de equipamentos. Estamos atendendo os interesses da sociedade, que é ter serviços de qualidade”, afirmou.

Comentários