Governo brasileiro reconhece Jeanine Añez como presidente interina da Bolívia


A senadora Jeanine Añez se declarou presidente interina da Bolívia após a renúncia de Evo Morales, que deixou o país. (Foto: Reprodução/Facebook)

O governo brasileiro reconheceu a senadora Jeanine Añez como presidente interina da Bolívia depois que a parlamentar de oposição a Evo Morales reivindicou o cargo após a renúncia e saída do país do líder boliviano em meio a uma crise política.

“O governo brasileiro congratula a senadora Jeanine Añez por assumir constitucionalmente a Presidência da Bolívia e saúda sua determinação de trabalhar pela pacificação do país e pela pronta realização de eleições gerais. O Brasil deseja aprofundar a fraterna amizade com a Bolívia”, afirmou o Ministério das Relações Exteriores em publicação no Twitter.

Añez assumiu como presidente interina da Bolívia em uma sessão legislativa especial da Assembleia boliviana na terça-feira (12). Ela disse que tinha o direito legal de assumir o cargo, apesar de pouco antes a Assembleia não ter conseguido reunir quórum para a sessão devido à ausência de parlamentares leais a Morales. O ex-presidente viajou para México.

Comentários