Governo das Filipinas ordena o retorno ao país da embaixadora que agrediu empregada doméstica em Brasília

Câmeras registraram as agressões contra a doméstica. (Foto: Reprodução de TV)

O governo das Filipinas ordenou, nesta segunda-feira (26), o retorno ao país da sua embaixadora no Brasil, Marichu Mauro, após a divulgação de imagens de câmeras de segurança que a mostram agredindo uma empregada doméstica dentro da residência diplomática, em Brasília.

Vídeos que revelam as agressões contra a funcionária, também de origem filipina, foram ao ar no domingo (25) no programa Fantástico, da TV Globo. As imagens são usadas como provas em uma denúncia feita contra a embaixadora no fim de agosto.

O chefe da diplomacia filipina, Teddy Locsin Jr., disse em uma rede social que a embaixadora deve voltar imediatamente para “explicar os maus-tratos contra sua equipe de serviços gerais”.

Marichu está no Brasil desde 2018. Ela atuava também como representante do país asiático na Colômbia, Guiana, Suriname e Venezuela. O Ministério das Relações Exteriores filipino disse, em um comunicado, que a embaixadora está agora sob investigação.

A funcionária que aparece sendo agredida por Marichu nas imagens das câmeras de segurança tem 51 anos e já deixou o Brasil. Os representantes do país asiático disseram que ela voltou para as Filipinas, de onde vai contribuir com as investigações.

Comentários