Governo do Rio Grande do Sul libera atividades e provas campeiras

As competições devem apresentar um plano de contingência para prevenção e controle da Covid-19. (Foto: O Sul)

O secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do RS, Covatti Filho, anunciou a liberação de atividades e provas campeiras em municípios gaúchos com bandeiras amarela ou laranja no Distanciamento Controlado em vigor no Estado.

O aval foi dado pela coordenadora do Comitê de Análise de Dados da Covid-19, Leany Lemos. As provas devem seguir restrições de decretos estaduais, as normas da Secretaria da Saúde e, especialmente, as recomendações do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, entre elas a proibição de público externo. A autorização final ficará a cargo dos municípios que sediarão as competições.

Conforme Covatti Filho, os torneios devem apresentar um plano de contingência para prevenção e controle da Covid-19. “É possível retomar a realização das provas campeiras, desde que todos os protocolos de prevenção à saúde sejam rigorosamente cumpridos”, disse o secretário.

O vice-presidente campeiro do MTG (Movimento Tradicionalista Gaúcho), Adriano Pacheco, afirmou que a liberação contempla o pedido da entidade. “As provas campeiras vão muito além da cultura e tradição, elas envolvem um setor econômico que está parado desde o início da pandemia e precisa retomar as atividades”, disse.

“É preciso fazer girar a engrenagem lentamente de forma muito criteriosa, não a deixando parada. Precisamos avançar, porém, tomando o máximo de precauções e, conscientemente, cada um, desde o gestor municipal até o laçador, assumir a sua devida responsabilidade”, ressaltou o vice-presidente de Administração e Finanças do MTG, César Oliveira.

Comentários