Governo do RS entrega 53 viaturas semiblindadas à Brigada Militar e quatro ambulâncias ao Corpo de Bombeiros

A entrega foi feita pelo governador Eduardo Leite e pelo vice, Ranolfo Vieira Júnior, em Porto Alegre. (Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

Com investimento de R$ 11,7 milhões, o governo do RS entregou, na manhã desta quarta-feira (20), 53 viaturas zero-quilômetro semiblindadas para a BM (Brigada Militar) – as primeiras com proteção balística adquiridas pelo governo do Estado destinadas à corporação – e mais quatro ambulâncias de resgate para o Corpo de Bombeiros Militar.

A entrega oficial das chaves às corporações foi feita pelo governador Eduardo Leite e pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, no estacionamento do parque Marinha do Brasil, em Porto Alegre.

Segundo o Palácio Piratini, depois das 45 viaturas semiblindadas do modelo Duster destinadas à Polícia Civil no início deste mês, a entrega das caminhonetes Hilux para a BM dá continuidade à mudança de paradigma implantada pelo programa RS Seguro, com investimento qualificado em veículos dotados de escudo balístico para uso na rotina de policiamento e operações. Por determinação do governo, a tecnologia que qualifica o suporte de proteção aos policiais será padrão em todas as aquisições futuras.

“Agora, a prioridade foram os municípios que integram a Gestão de Estatística em Segurança, grupo de segurança da nossa estratégia do RS Seguro, na Região Metropolitana, e, em seguida, entregaremos outras 70 viaturas para o interior, todas semiblindadas, porque entendemos que é importante dar segurança para quem faz segurança. Além disso, estamos incorporando novos servidores em todas as forças vinculadas da Secretaria da Segurança Pública. Portanto, nossa estratégia envolve efetivo, viaturas, tecnologia e toda uma estratégia de governança que tem permitido essa forte redução dos indicadores de criminalidade no RS, deixando claro que o nosso Estado não tolera o crime. Enfrenta e vence o crime. Os números falam por si”, afirmou o governador.

Cada uma das 53 viaturas custou R$ 204,5 mil. Atendendo ao foco territorial de combate ao crime estabelecido pelo RS Seguro, os veículos foram destinados para 11 cidades do grupo de 23 municípios priorizados pelo programa que apresentam os maiores indicadores criminais.

“Reduzimos todos os indicadores de criminalidade no Estado e 2020 foi o melhor ano da década em termos de números da segurança pública graças à integração das forças policiais e da nossa estratégia com monitoramento constante do RS Seguro. Agora, queremos qualificar cada vez mais a segurança protegendo os nossos policiais”, afirmou o delegado Ranolfo.

Já as ambulâncias custaram R$ 227,5 mil cada. Os veículos de resgate seguirão para pelotões nas cidades de Novo Hamburgo, São Leopoldo, Alvorada e Cachoeirinha.

Comentários