Governo publica portaria que libera R$ 369 milhões para rastrear casos de coronavírus no Brasil

Em nova medida de combate à pandemia de Covid-19, o Ministério da Saúde instituiu um incentivo de custeio de R$ 369 milhões para que municípios brasileiros façam o rastreamento dos contatos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (04), em portaria assinada pelo ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello.

Todos os 5.570 municípios brasileiros receberão verbas do Fundo Nacional da Saúde. Segundo o texto da portaria, o pagamento será realizado em parcela única, na competência financeira de outubro.

O valor será dividido de forma proporcional entre os municípios, levando em consideração a população e o potencial de pessoas cadastradas por equipe de Saúde da Família. Uma tabela anexa à portaria informa a quantia que cada cidade receberá e o número de profissionais que farão o rastreio dos casos em cada município.

Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem serão selecionados para acompanhar pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. O objetivo principal é levantar a informação de todas as pessoas que tiveram contato com o doente nas 48 horas que antecederam a confirmação do diagnóstico.

A expectativa, a partir desse mapeamento, é interromper a cadeia de transmissão do vírus, permitindo a redução do contágio da doença. O trabalho poderá ser feito tanto presencialmente quanto por telefone.

Comentários