Greve do Imesf recomeça nesta quarta; Sindisaúde-RS estará em audiência no STF

Greve de funcionários do Instituto Municipal da Estratégia de Saúde da Família (Imesf) iniciou na quarta-feira passada (9). (Foto: Reprodução/Imesf)

O prazo que os trabalhadores do Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (Imesf) haviam concedido ao prefeito Nelson Marchezan Júnior, para que ele acatasse o início de um processo de negociação, encerrou-se sem resposta do Executivo. Com isso, a greve dos trabalhadores nos postos de saúde foi retomada nesta quarta-feira (16) em Porto Alegre. A maior concentração acontecerá no Posto Modelo, localizado no bairro Santana.

Além disso, o presidente eleito do Sindisaúde-RS, Julio Jesien, estará no Supremo Tribunal Federal (STF) para uma audiência com a ministra Rosa Weber sobre o Imesf. “Sabemos que há solução sem caos. A Prefeitura entrou na quinta-feira com embargos contra a decisão do STF, respaldando o que os sindicatos vinham dizendo desde o início: há várias saídas possíveis, desde que haja vontade política”, afirmou Jesien.

Os trabalhadores temem que a extinção do Imesf resulte em mais de 1,8 mil demissões. O Instituto existe desde 2011, após um projeto da Prefeitura ter sido aprovado na Câmara de Porto Alegre.

Comentários