Grupo Cortel ingressa no segmento de cremação de animais, com pioneirismo

Rafael Azevedo, Diretor de Negocios do Grupo-Cortel. Crédito: Grupo Cortel/Divulgação.

Grupo Cortel, pioneiro no setor de crematórios privados no Brasil, ingressa agora no segmento de cremação de animais domésticos por meio da aquisição do Cremapet, de Porto Alegre. A operação leva em conta o ritmo de expansão do mercado pet e tem potencial para responder, em cerca de cinco anos, por 20% do faturamento global da companhia. Segundo o diretor de mercado e negócios do Grupo Cortel, Rafael Azevedo, “cada vez mais os pets são tartados como membros das famílias e a incorporação do Cremapet alinha-se totalmente ao conceito do nosso posicionamento de manter viva a história de todos nós, independentemente de classe social, etnia, gênero, religião e, agora, de espécie”. O Cremapet fica em Belém Novo e a empresa atende através deste serviço a toda a região metropolitana de Porto Alegre.

Segundo Azevedo, a aquisição exigiu um investimento de 5 milhões de reais, incluindo a compra dos ativos e da marca e a modernização da unidade do Cremapet, no bairro Belém Novo. Fundada em 2013, a nova empresa do grupo também é pioneira no seu segmento de atuação na cidade.

O Cremapet realiza de 3,5 mil a 4 mil cremações por ano, mas o Grupo Cortel pretende dobrar este número nos próximos 12 meses, sem necessidade de ampliação da estrutura. Conforme o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 51% dos lares em Porto Alegre têm animais de companhia. O IBGE também estima que existam 52,2 milhões de cães de estimação em todo o País, mais do que as 44,9 milhões de crianças com até 14 anos de idade. A população de gatos domésticos é estimada em 22,1 milhões. Os dados são de 2013.

Comentários

Comentários

21 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.