Homem acusado de atacar mulheres em estacionamentos de Porto Alegre é preso

(Foto: Reprodução/Polícia Civil)

Um homem foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (16) pelos crimes de estupro e sequestro com roubo e extorsão. Ele foi encontrado no município de Pinhal, no Rio Grande do Sul. O criminoso, que não teve a identidade divulgada, estava foragido do sistema prisional e é denunciado por quatro crimes sexuais – o último aconteceu no dia 7 de outubro – e oito sequestros. A ação contou com o apoio da Brigada Militar.

Um homem foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (16) por crimes de estupro e sequestro com roubo e extorsão cometidos em Porto Alegre. Ele foi encontrado no município de Pinhal, no Rio Grande do Sul. O criminoso, que não teve a identidade divulgada, estava foragido do sistema prisional e é denunciado por quatro crimes sexuais – o último aconteceu no dia 7 de outubro – e oito sequestros. A ação contou com o apoio da Brigada Militar. O criminoso, de 51 anos, não teve o nome divulgado pois as investigações ainda estão em andamento.

De acordo com a delegada Tatiana Barreira Bastos, da Delegacia da Mulher, o acusado agia sempre de forma muito parecida, quase sempre com crime sexual e violações de atentado ao pudor. Todas as vítimas são mulheres com idades entre 20 e 47 anos e geralmente eram atacadas pelo criminoso em estacionamentos de supermercados ou hospitais, geralmente na Cidade Baixa. “Após a abordagem, o agressor entrava no veículo das vítimas, sentava-se no banco traseiro ou no banco do carona e as obrigava a conduzirem seu próprio veículo até uma agência bancária ou caixas de autoatendimento, para sacarem dinheiro, e as levava até locais ermos, onde eram estupradas”, destaca.

Desde junho, o homem estava foragido do sistema prisional, quando foi expedido um mandado de prisão preventiva. “Ele já passou pelo sistema prisional e ingressou pela primeira vez no sistema em 1987, quando nós não tínhamos nem ocorrência policial no nosso sistema, por isso não conseguimos alcançar históricos antigos de crimes anteriores. Ele é um criminoso contumaz em série”, disse a delegada Tatiana.

Comentários