Homem que esfaqueou esposa e enteado, em briga por controle remoto, vai a júri em fevereiro em Porto Alegre

O marido esfaqueou a esposa depois de ela reclamar que ele estaria estragando o aparelho ao tentar resolver um problema de mau contato. (Foto: Reprodução)

A tentativa de duplo homicídio motivada por reclamação sobre o controle remoto de aparelho de DVD é um dos casos que serão levados para decisão popular, neste mês, nas Varas do Júri do Foro Central de Porto Alegre.

No episódio, acontecido em outubro de 2015, o marido esfaqueou a esposa, perfurando-lhe o abdômen, depois de ela reclamar que ele estaria estragando o controle remoto ao tentar resolver problema de mau contato. Na sequência, o enteado também foi golpeado com a faca de cozinha ao intervir em defesa da mãe.

O ato contra a esposa ganhou a qualificadora de feminicídio (termo que define um crime de ódio baseado no gênero, definido como o assassinato de mulheres), hipótese que será analisada e decidida pelo Conselho de Sentença, formado por sete jurados. O julgamento acontecerá no dia 9.

 

Comentários

Comentários

323 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.