Homem que tentou matar policial rodoviário em Porto Alegre é condenado a 15 anos de prisão

A Justiça Federal gaúcha informou na sexta-feira (29) que o Tribunal do Júri considerou culpado um homem acusado de tentativa de homicídio contra um policial rodoviário federal na BR-290, em Porto Alegre. O julgamento, realizado pela 11ª Vara Federal da Capital, foi presidido pelo juiz federal substituto Ricardo Humberto Silva Borne.

O homem foi condenado a 15 anos de prisão em regime fechado. A denúncia foi oferecida pelo MPF (Ministério Público Federal). Segundo a acusação, o réu tentou matar um policial rodoviário, na madrugada de 4 de janeiro de 2018, em uma das ilhas da cidade de Porto Alegre.

Junto com outros colegas, o policial avistou o homem caminhando embaixo de uma ponte com um objeto na mão aparentando ser uma arma longa. Ao descerem da viatura, os agentes emitiram ordem de parada, mas o denunciado disparou e atingiu a vítima no peito.

O réu foi julgado por tentativa de homicídio duplamente qualificado e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Encerrados os debates e a votação, o juiz leu veredicto dos jurados, que decidiram pela condenação do acusado.

O magistrado também salientou a queda na incidência de assaltos a veículos naquela área da BR-290 após a prisão do réu e decidiu, ” para resguardar a paz social, vale dizer, a ordem pública ” que o condenado deverá permanecer preso caso pretenda recorrer da decisão.

Comentários