Identificadas as duas últimas vítimas do acidente que matou Teori Zavascki: uma massoterapeuta de 23 anos e sua mãe

O Grupo Emiliano, proprietário do avião que caiu em Paraty (RJ) causando a morte do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki e de mais quatro pessoas na quinta-feira (19), informou o nome das duas passageiras que ainda não haviam sido identificadas.

Segundo a nota divulgada, elas são Maíra Ilda, de 23 anos, e a mãe dela, Maria Ilda, de 55. “Maíra era massoterapeuta e prestava serviço a Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, que passava por tratamento no ciático”, informou o grupo. “Maria Ilda, professora da rede infantil de ensino, veio de Juína, no Mato Grosso, visitar a filha, que morava em São Paulo.”

De acordo com o comunicado, Filgueiras, o dono do grupo que também morreu no acidente, convidou as duas para um fim de semana em Paraty. “O Grupo Emiliano registra seus sentimentos e condolências para a família e amigos. E informa que está prestando apoio e informações aos familiares.”

Uma amiga de Maíra informou que a jovem era amiga do empresário, que a teria presenteado com a viagem. “Ela estava planejando essa viagem há muito tempo, disse que enviaria uma mensagem quando chegasse no local, ficamos esperando”, disse a amiga. De acordo com ela, a garota cursava fisioterapia e estava estagiando como massoterapeuta em uma empresa que prestava serviços em hotéis e domicílios.

Comentários