Inflação do aluguel avança na primeira prévia de setembro e acumula alta de 10,86% em 12 meses

O IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), usado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel, ganhou força na primeira prévia de setembro, chegando a 0,38%. No mesmo período do mês anterior, o indicador não havia registrado variação. No ano, o IGP-M acumula alta de 6,65% e, em 12 meses, de 10,86%, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (12) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

O IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), usado no cálculo do IGP-M e conhecido como a inflação do atacado, registrou variação de 0,51% no primeiro decêndio de setembro. No mesmo período de agosto, o índice variou -0,13%. Uma das influências partiu de matérias e componentes da construção (de -0,12% para 0,66%).

Também integrante do cálculo do IGP-M, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), chamado de inflação do varejo, apresentou taxa de variação de 0,08% no primeiro decêndio de setembro. No mesmo período do mês anterior, a taxa foi de 0,33%. O destaque ficou com o grupo de preços relativos a transportes, cuja taxa passou de 0,47% para -0,10%.

O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) registrou variação de 0,23% no primeiro decêndio de setembro, ante 0,10% no mesmo período do mês anterior.

Comentários