Inundações deixam mais de 130 mortos e centenas de desaparecidos na Coreia do Norte

Ao menos 133 pessoas morreram e 395 estão desaparecidas em consequência das inundações que afetam o Nordeste da Coreia do Norte desde o início deste mês, segundo um novo balanço da ONU (Organização das Nações Unidas) divulgado nesta segunda-feira (12).

Além disso, um total de 107 mil pessoas foram retiradas das áreas próximas ao rio Tumen, de acordo com o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários, que citou como fonte o governo norte-coreano.

O rio Tumen serve, em parte de seu curso, como fronteira natural entre Coreia do Norte, de um lado, e China e Rússia, do outro. Mais de 35 mil casas foram danificadas ou destruídas pelo aumento do nível do rio, provocado pelas fortes chuvas.

Comentários