Israel prorroga medidas de confinamento no país

Em um mês, Israel vacinou mais de 3 milhões de pessoas. (Foto: Freepik)

O governo de Israel decidiu prorrogar por cinco dias as medidas de confinamento no país que deixariam de ter efeito nesta segunda-feira (1º). Em janeiro, mais de 1 mil óbitos por coronavírus foram registrados na nação.

A rápida e massiva vacinação contra o coronavírus em Israel começou a mostrar os primeiros resultados. Entretanto, o número de infectados continua alto e, por isso, o governo decidiu manter as restrições por mais tempo para evitar um novo pico de Covid-19 antes que a maioria da população seja imunizada. Em um mês, Israel vacinou mais de 3 milhões dos seus 8,7 milhões de habitantes, informou o Ministério da Saúde.

O ministro do Interior, Arié Dery, também estendeu por dois dias o fechamento das passagens fronteiriças com a Jordânia e o Egito, anunciado na semana passada. Além disso, voos internacionais continuarão suspensos, e o Aeroporto Internacional Ben Gurion ficará fechado por uma semana mais, decidiu o governo.

Comentários