Jornalistas são retidos na Venezuela após entrevista com Maduro

Presidente venezuelano teria se irritado com jornalistas (Foto:Divulgação)

Seis jornalistas, da emissora hispano-americano Univisión, foram retidos durante uma entrevista com o presidente da Venezuela Nicolás Maduro, em Caracas. O jornalista responsável pela entrevista, Jorge Ramos, reportou a situação à emissora. Eles foram liberados no inicio da noite após três horas no Palácio de Miraflores. A justificativa para reter os jornalistas seria de que Maduro “se irritou” com as perguntas da entrevista e mandou encerrar a gravação, apreendeu os equipamentos e “prendeu” os jornalistas.

O Senador venezuelano, de oposição, Marco Rubio repudiou a ação de Maduro no Twitter afirmando “este é um regime arrogante que se sente invulnerável e agora age com total impunidade”. afirmou ele. Segundo a presidente da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), María Elvira Domínguez, o ato equivale a um sequestro cometido contra os jornalistas.

Comentários