Jovens de 18 e 17 anos se apresentam à Polícia e confessam assassinato de cabeleireiro em Gravataí

Jovem de 17 anos se entregou na manhã desta quarta-feira (15) na Delegacia de Homicídios de Gravataí. (Foto: Giro de Gravataí)

Os dois suspeitos do assassinato do cabeleireiro Dionatan Francisco de Souza, de 28 anos, se entregaram para a Polícia Civil na noite desta terça-feira, 14, e na manhã desta quarta-feira, 15. O primeiro, Felipe Souza de Jesus, de 18 anos, foi preso preventivamente após o interrogatório na Delegacia de Homicídios do Gravataí. Já o outro foi voluntariamente até a Delegacia, acompanhado de um responsável, e foi liberado ainda hoje. A identidade do menor foi preservada. Eles foram identificados pelas câmeras de segurança do prédio de Dionatan, que gravou o momento em que ambos entraram e saíram do apartamento.

Segundo o delegado Eduardo do Amaral, o crime teria acontecido por legítima defesa, quando um dos adolescentes tentou proteger o outro, que, de acordo com o depoimento, estava sendo agredido pelo cabeleireiro. Felipe alegou que foi tomar banho e, ao voltar para a sala, se deparou com Dionatan agredindo o companheiro, ele então atacou o cabeleireiro com várias facadas. Dionatan faleceu devido aos ferimentos. O encontro à três foi combinado em um aplicativo de relacionamentos.

Comentários