Justiça Federal suspende licitação de construção de Autódromo no Rio



Evento de Fórmula 1 realizado em novembro de 2018, na Orla do Guaíba. (Foto: Eduardo Beleske/PMPA)

A Justiça Federal suspendeu, nesta sexta-feira (19), de forma liminar, a licitação do Autódromo de Deodoro, na zona oeste do Rio de Janeiro. O motivo da decisão é que a área, onde o Autódromo seria construído, é coberta parcialmente por floresta nativa, que teria de ser praticamente suprimida para a construção da pista e da infraestrutura necessária para a realização das corridas de Fórmula 1.

O Ministério Público Federal pediu que nenhuma obra fosse realizada até que o Estudo e Relatório de Impacto (EIA-Rima) fosse apresentado e a licença fosse concedida pelo órgão ambiental. O pedido foi acatado pela Justiça Federal, mas a prefeitura do Rio de Janeiro, juntamente da empresa Rio Motorpark, que ganhou a licitação para construção, podem ainda recorrer à decisão.


Comentários