Lar de idosos é interditado em São Leopoldo após confirmar 27 casos positivos de Covid-19

Além dos idosos, 17 trabalhadores foram testados, e destes, 9 positivos. (Foto: Divulgação/PMSL)

Após notificação por surto de Covid-19 no início da semana pelo Centro de Vigilância em Saúde, na sexta-feira (31) todos os idosos e trabalhadores de um lar de idosos no bairro Fião, em São Leopoldo, foram testados pelas equipes do CTM (Centro de Testagem Municipal). Os testes rápidos com amostra de sangue para IGG e IGM resultaram positivo para o novo coronavírus para todos os 27 idosos moradores. Além deles, 17 trabalhadores foram testados, e destes, nove tiveram resultado positivo. Foi lavrada a interdição total do local para a desocupação imediata e tomada urgente das medidas de sanitização, conforme o plano de contingência da instituição.

Os idosos apresentavam apenas sintomas leves, e as famílias foram acionadas pela direção do local para que viessem buscar seus familiares, garantindo o isolamento domiciliar. As famílias foram orientadas a buscar os serviços de saúde conforme necessidade ou avanço de sintomas, considerando que os idosos são do grupo de risco.

Conforme o secretário de Saúde, Ricardo Brasil Charão, a medida urgente foi a interdição total do local. “Já havíamos identificado surto por ter uma trabalhadora e um idoso que veio a óbito como casos positivos. Com a testagem pelas nossas equipes não restou outra medida que não fosse a interdição, temos uma preocupação enorme com a saúde da nossa população, especialmente dos idosos por serem mais vulneráveis, já estamos comunicando e pedindo atenção do Ministério Público ao fato”, destacou.

A secretaria municipal afirma que realiza fiscalização permanente junto às 24 ILPIs (Instituições de Longa Permanência de Idosos) da cidade, quanto ao cumprimento das medidas de uso de EPIs e demais determinações específicas conforme legislação.

Comentários