Líder de quadrilha que assaltou agência bancária em Alpestre é preso e dois criminosos são mortos pela Brigada Militar

Na tarde deste domingo (7), dois suspeitos de envolvimento em assalto à agência do Banrisul na cidade de Alpestre (Região Norte do Estado) na semana passada foram mortos durante confronto com integrantes da Brigada Militar (BM) local. Nenhum policial se feriu.

Um terceiro homem já havia sido capturado pela manhã, em operação com apoio da Polícia Civil gaúcha e de Santa Catarina. Trata-se de um criminoso apontado como líder da quadrilha.

Com ele foram apreendidos uma pistola e dois revólveres tomados dos vigilantes rendidos na agência bancária no início do ataque. A sua prisão foi realizada durante cerco com o apoio de agentes gaúchos e catarinenses da Polícia Civil.

No mesmo dia do ataque ao banco (quinta-feira, dia 4), outro suspeito de participação no crime já havia sido preso pelas autoridades do Estado vizinho. Esse homem, de 37 anos, estava em Chapecó, no Oeste catarinense, e chegou a alegar que trabalha como motorista de aplicativo de transporte particular e que foi obrigado a transportar o trio até o banco.

Sobre o crime

O três homens atacaram a agência do Banrisul em Alpestre às 10h, horário em que o estabelecimento costuma abrir as suas portas ao público. Além do armamento dos vigilantes, os assaltantes conseguiram roubar uma quantia em dinheiro ainda não revelada. A gerente do banco chegou a ser mantida refém pelos criminosos.

Após receber o alerta sobre o incidente, a Brigada Militar repassou informações às autoridades catarinenses sobre a fuga dos criminosos em um automóvel Chevrolet Spin.

Comentários