Líder de uma das maiores e mais violentas facções criminosas do Rio Grande do Sul é preso no Paraná

FONTE: O SUL – http://www.osul.com.br/

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira (29), durante uma operação no Estado do Paraná, um homem de 43 anos que é apontado como um dos últimos líderes, ainda em liberdade, de uma das maiores e mais violentas facções criminosas do Rio Grande do Sul, com ramificações em outros Estados e outros países.

Gustavo da Silva Deporte, conhecido como Queimado, estava foragido desde março de 2016 e também possuía dois mandados de prisões contra ele, sendo um decorrente de sentença penal condenatória definitiva a uma pena de 33 anos e três meses de reclusão. A extensa ficha de antecedentes criminais do bandido conta com diversos crimes, como homicídio, roubo a estabelecimento bancário, roubo e clonagem de veículos e tráfico de drogas.

Segundo o delegado Arthur Raldi, após verificar que Queimado costumava frequentar o litoral paranaense, os policiais aprofundaram as investigações e constataram que há cerca de três meses ele adquiriu um imóvel na Praia de Matinhos. “Os policiais civis realizaram o monitoramento do local até esta madrugada, quando constataram que ele havia ido até o imóvel para levar materiais de construção, pois estava realizando uma reforma. Diante desta situação, os policiais cercaram o local e, ao amanhecer, ingressaram, tendo o indivíduo tentado fugir pulando a janela e se jogando no fosso que dá acesso à garagem. Ele foi contido, imobilizado e preso”, destacou Raldi.

Comentários