Mais de 180 mil meninos devem ser vacinados contra o HPV no Rio Grande do Sul

Vacina é aplicada na rede de saúde pública (Foto: Reprodução)

Mais de 180 mil meninos na faixa etária de 12 a 13 anos devem ser vacinados contra o HPV nos postos de imunização do SUS (Sistema Único de Saúde) no Rio Grande do Sul. Além deles, 4,3 mil jovens que vivem com HIV/Aids estão aptos a receber a vacina.

Até o ano passado, esta imunização era feita apenas em meninas. O Brasil é o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunizações. A faixa-etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos os meninos com 9 anos até 13 anos.

A expectativa é imunizar, em todo País, mais de 3,6 milhões de meninos em 2017, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/Aids, que também passarão a receber as doses. Para isso, o Ministério da Saúde adquiriu 6 milhões de doses, ao custo de R$ 288,4 milhões.

“A inclusão dos adolescentes faz parte de um conjunto de ações integradas que o Ministério da Saúde tem realizado com o objetivo de conseguir mais resultados com os recursos financeiros já disponíveis. É muito importante a inclusão dessa faixa-etária”, afirma o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

 

 

Comentários

Comentários

59 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.