Ministério da Saúde esclarece divulgação de dados do coronavírus no País, que passa de 707 mil casos e 37 mil mortes

Nesta segunda-feira (8) o secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, participa de transmissão ao vivo no Palácio do Planalto para esclarecer sobre a mudança na divulgação dos dados consolidados sobre Covid-19 no Brasil. Como os dados atualizados nesta segunda, o Brasil chegou a 707.412 casos de coronavírus, 15.654 nas últimas 24h, e 37.134 mortes, 679 desde domingo, segundo os dados da plataforma, que só informa novos casos e novos óbitos.

Para o governo, a divulgação do acúmulo de casos, como vinha sendo feito até o momento, dificulta a verificação das mudanças dos cenários regionais, estaduais e municipais. “O dado acumulado pode indicar uma grande quantidade de casos em localidades que já estão em outra fase da curva epidemiológica”, informou.

O governo informou que passará a divulgar diariamente às 18h os dados da doença e que irá incluir outras informações de síndromes respiratórias, mas que dependerá das informações dos Estados.

Diferença de números

Mais cedo o ministério informou que a divulgação de números diferentes referentes às mortes e aos casos confirmados de Covid-19 ocorreu devido a um erro na contabilização dos óbitos em Roraima e dos casos no Ceará.

No domingo (7), o primeiro balanço apontava para 1.382 mortes nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos para 37.312. O segundo, no entanto, divulgado no painel oficial do ministério que acompanha a evolução da doença, informava 525 óbitos, somando 36.455 mortes desde o início da pandemia no Brasil. A diferença entre os dois era de 857 pessoas.

Sobre as mortes, o ministério disse que inicialmente apresentou um número errado do Estado de Roraima: a soma inicial apontava 762 óbitos, sendo que o correto seriam 139.

O número de casos informados no domingo também estava diferente. O primeiro balanço indicava 12.581 ocorrências, levando o total de casos confirmados para 685.427. O painel oficial do ministério, no entanto, apontava para 18.912 casos a mais da doença, somando 691.758. A pasta explicou que também ocorreu um engano com relação aos registros do Ceará: foram divulgados 62.303 casos, mas com a atualização foram para 64.271.

“O Ministério da Saúde informa que corrigiu duplicações e atualizou os dados divulgados sobre casos e óbitos por Covid-19 no último domingo (7), às 20h37. Em especial, podem ser citadas a situação de Roraima, em que haviam sido publicados 762 óbitos e, após verificação do Ministério da Saúde, o número foi consolidado em 142. Outra situação corrigida foi em relação ao número de casos confirmados no Ceará, que passou de 62.303 para 64.271 após atualização”, diz a nota divulgada no início da tarde desta segunda.

Desde sexta-feira (5), o ministério mudou a forma de divulgação dos indicadores do coronavírus, deixando de apresentar alguns dados consolidados.

Comentários