Ministério Público faz buscas em prefeitura de Santo Antônio do Palma, no Noroeste do RS

Uso da máquina pública para compra de votos em troca de terrenos em loteamento é investigado pelo MP. (Foto: MP-RS/Divulgação)

O MP (Ministério Público) Eleitoral cumpriu, na sexta-feira (29), mandado de busca e apreensão na prefeitura de Santo Antônio do Palma, em virtude de uma investigação relativa ao uso da máquina pública para compra de votos em troca de terrenos em um loteamento que está sendo implantado pelo município, combustível e dinheiro. O promotor eleitoral de Casca, Damasio Sobiesiak, coordenou as buscas, realizadas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Segundo as investigações, nos últimos dias, pessoas foram convocadas para irem até a prefeitura para escolherem terrenos de um loteamento popular em implantação, com visível propósito de favorecer aqueles que se alinham politico-eleitoralmente com os candidatos que disputam o pleito pela situação. Os convites foram feitos de forma pessoal, às vésperas da eleição, sem edital de chamamento ou regras claras e impessoais. Ainda, existiu a afirmação explícita de que serão contempladas as pessoas que apoiam os candidatos da situação.

Também há a suspeita de uso de armas de fogo, perseguições e arregimentação de “capangas” para ameaçar opositores, fornecimento de gasolina e dinheiro para eleitores, que deveriam mostrar foto do título com a urna, para comprovar o voto nos candidatos da situação.

As buscas foram realizadas na prefeitura e gabinetes, no Centro de Referência de Assistência Social, em residências, automóveis e investigados.

Comentários

Comentários

822 Comentários