Ministro da Economia pede desculpas a domésticas após fala sobre viagem à Disney

No dia 13 de fevereiro, ministro disse que, na época do dólar mais baixo, “havia empregada doméstica indo para a Disneylândia, uma festa danada”
Foto: Divulgação

Em discurso no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (20), o ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu desculpas às empregadas domésticas.

No dia 13 de fevereiro, ao comentar as sucessivas altas da cotação do dólar, Guedes disse que, na época em que o dólar era mais baixo, havia “empregada doméstica indo para a Disneylândia, uma festa danada”.

Nesta quinta-feira, Guedes participou do evento de lançamento de uma nova linha de crédito imobiliário da Caixa Econômica Federal, com taxa de juros fixa. O ministro citou as domésticas ao afirmar que a nova modalidade vai beneficiar as famílias mais humildes.

“E justamente também as famílias mais humildes, empregadas domésticas, inclusive, a quem eu peço desculpas, se puder ter ofendido, dizendo que a mãe do meu pai foi uma empregada doméstica”, disse o ministro.

Guedes ainda afirmou que a declaração dele sobre as domésticas viajarem à Disney era reflexo de uma política de preços que estava “empurrando a população em direções equivocadas”.

“Qual o problema de você fazer uma referência como essa? Mostrando que os preços estão empurrando a população em direções equivocadas. Um Brasil cheio de belezas naturais e as pessoas pensando em não viajar para o Nordeste, para as praias do Nordeste porque estava 50% mais caro ir para o Nordeste brasileiro do que ir para o exterior”, completou. De acordo com Guedes, a fala dele sobre domésticas viajarem à Disney foi tirada de contexto.

Comentários