Ministro interino da Saúde prepara novo protocolo para o coronavírus

Quase três meses após a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarar pandemia de coronavírus, o Ministério da Saúde vai publicar nos próximos dias um protocolo de atendimento a pacientes que apresentam sintomas da Covid-19, mas sem um quadro tão grave.

Com a intenção de desafogar as UTIs (Unidade de Terapia Intensiva), a pasta quer orientar os hospitais a tratá-los também com oxigênio ou ventilação para evitar que a situação evolua. O documento é o segundo de uma série de três que o ministério planeja divulgar. O primeiro foi o polêmico da cloroquina e o terceiro deve tratar de mão de obra especializada.

A demanda de prefeitos por protocolos desse tipo vem de gestões anteriores na Saúde. O texto foi prometido pelo ministro interino Eduardo Pazuello aos gestores municipais na semana passada.

Para o secretário executivo da Frente Nacional de Prefeitos, Gilberto Perre, ainda que não tenha um caráter normativo, o protocolo é importante para ajudar no alinhamento de ações das três esferas municipais, estaduais e federal. “Sem esse documento norteador, a tomada de decisões fica sujeita às análises de cada um, sem um respaldo de uma orientação nacional”, disse.

Comentários