Monumento dos Açorianos ganha revitalização numa parceria da SMAM com a SMC

A obra de Carlos Tenius, o Monumento dos Açorianos, de 1974, ganha revitalização através de um projeto conjunto da SMAM, com a supervisão da Coordenação da Memória Cultural da Secretaria Municipal da Cultura. Previsto para ser entregue no início de setembro, o Monumento vem sendo deteriorado não apenas pela chuva ácida, mas principalmente por urina humana e animal. Em risco de entrar em colapso pela degradação de sua estrutura, a reforma foi uma solicitação do autor, além da preocupação da SMC com relação à preservação do patrimônio histórico, o que vem ocorrendo em outros pontos da Capital. Um exemplo, os 32 monumentos do Parque Farroupilha e o monumento Castelo Branco, no Parcão, sob a tutela da Secretaria em parceria com o setor privado. O Monumento dos Açorianos, bem como os demais que compõem a paisagem porto-alegrense, “refletem a história de uma cidade”, como atesta o secretário da Cultura, Roque Jacoby.

A obra está sob os cuidados do arquiteto Luiz Antonio Bolcatto Custódio e inclui abertura de fundações, execução de novas fundações, impermeabilização das partes concretadas, remoção das pichações, nivelamento e drenagem do terreno, colação de paralelepípedos sob a obra, recuperação de gramado e recolocação de placa de identificação do monumento. O valor estimado pela SMAM é de 355 mil reais, segundo o secretário da pasta, Léo Bulling.

Comentários