“Moro não conseguiu explicar nem para a mãe dele que crime eu cometi”, diz Lula

Condenado na Lava-Jato, Lula passou 580 dias preso na sede da Polícia Federal em Curitiba. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar, por meio das redes sociais, o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, que o condenou na Operação Lava-Jato no processo do triplex em Guarujá (SP) e expediu o mandado de prisão contra o petista.

“Moro não conseguiu explicar nem para a mãe dele que crime eu cometi”, afirmou Lula na quinta-feira (06). Os advogados do petista argumentam que a acusação contra o ex-presidente e a atuação de Moro no processo teriam cunho político.

“Invadiram minha casa, reviraram tudo, não encontraram nada. Mas isso não aparece no Jornal Nacional”, prosseguiu o ex-presidente.

Bolsonaro

Lula, que passou 580 dias preso em Curitiba (PR) e foi solto em novembro de 2019 após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a prisão em segunda instância, também disparou contra o presidente Jair Bolsonaro.

“Eu vivi um mundo em que as pessoas torciam para times diferentes, cada um ia na sua igreja, e no final do dia conseguiam sentar na mesma mesa e se respeitar. E daí o mundo pariu o Bolsonaro. Mas eu acredito que esse mundo em harmonia é possível porque já vivi”, escreveu nas redes sociais.

Comentários