Movimento Vacina Brasil: ministro da Saúde participa de lançamento da campanha em Porto Alegre

Evento contou com as presenças do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, do governador Eduardo Leite (PSDB), e da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann. (Foto: O Sul)

Começa nesta quarta-feira, 10, em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. O lançamento da campanha Movimento Vacina Brasil, que ocorreu no Centro de Saúde Modelo, em Porto Alegre, contou com as presenças do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, do governador gaúcho Eduardo Leite e da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann.

A pasta pretende vacinar 58,6 milhões de pessoas, entre os dias 10 de abril e 31 de maio. Para isso, enviou aos estados 63,7 milhões de doses da vacina. Até o dia 18 de abril, serão priorizadas crianças e gestantes, grupos mais vulneráveis às complicações causadas pela influenza. Neste ano, a faixa-etária do público infantil foi ampliada, de até 5 anos para até menores de 6 anos, incluindo 2,8 milhões de crianças na campanha. Neste ano, também, gestantes e crianças poderão atualizar as demais vacinas previstas na Caderneta de Vacinação.

O ministro da Saúde falou sobre reorganizar o Sistema Único de Saúde: “será feita partindo da reorganização, revitalização e empoderamento da atenção primária”.

Destacou, também, que normalmente muitas pessoas se deparam com unidades básicas fechadas: “a única opção que tem ou é pra uma UPA ou Pronto Socorro. Aí todos reclamam que estão superlotados”, completou Mandetta.

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e governador Eduardo Leite (PSDB). (Foto: O Sul)

Movimento Vacina Brasil

Lançado nesta terça-feira, 09, a iniciativa do Governo Federal tem como objetivo reverter o quadro de queda das coberturas vacinais no país nos últimos anos, que é uma das prioridades da gestão atual. O movimento será difundido ao longo de todo o ano, não apenas durante as campanhas de vacinação, reunindo uma série de ações integradas entre órgãos públicos e empresas, para conscientizar cada vez mais a população sobre a importância da vacinação como medida de saúde pública.

Comentários