MPC-RS homenageia jornalistas e defende a liberdade de expressão

Vice-presidente da Rede Pampa, Paulo Sérgio Pinto, com o procurador-Geral do MPC, Geraldo Da Camino. (O Sul)

Uma celebração organizada pelo procurador-Geral do Ministério Público de Contas do RS, Geraldo Costa da Camino homenageou os jornalistas que fizeram e ainda fazem parte da imprensa gaúcha, defendendo a liberdade de expressão. O vice-presidente da Rede Pampa, Paulo Sérgio Pinto, foi uma das personalidades lembradas na cerimônia desta quinta-feira (6) e agraciada com a Comenda Guilhermino Cesar. O prêmio leva o nome do jornalista que viveu 50 anos em Porto Alegre e foi juíz do Tribunal de Contas do Estado.

Da Camino comentou o objetivo de promover estas homenagens aos jornalistas gaúchos. “O ministério e a imprensa são parceiros no controle da administração pública, ao lado da sociedade civil. Vivemos em um momento, no mundo e no Brasil, de ameaças à liberdade de expressão, então, o MPC achou oportuno, na véspera do dia da liberdade de imprensa, homenagear alguns dos tantos jornalistas que tem colaborado com a instituição e com a sociedade no controle da administração”, destacou o procurador.

Paulo Sérgio Pinto salientou o quanto o momento atual precisa de iniciativas como essa: “É grande a nossa satisfação de aqui estar e de sermos homenageados pelo Ministério Público de Contas em um momento tão importante, em que a liberdade de imprensa talvez seja, dentre os próprios jornalistas e no contexto da comunicação no Brasil, o tema mais debatido hoje”.

Também prestigiou a cerimônia, o presidente da Rede Pampa, Alexandre Gadret. Ele salientou a relevância do evento em tempos onde o assunto fake news tem sido tão debatido. “Nunca foi tão importante a correta transmissão das informações, tendo em vista que hoje, com as redes sociais, muitas versões não verdadeiras dos fatos são disseminadas de maneira muito fácil. Com isso, os veículos de comunicação ditos tradicionais, têm tido um papel ainda mais relevante”, observou.

Comentários