MST realiza 40ª Romaria da Terra na fazenda Annoni

Durante o trajeto, de cerca de 2 quilômetros, foram carregadas 40 tochas em celebração aos 40 anos da Romaria da Terra e uma cruz de mais de 3 metros de altura. (Foto: MST-RS/Divulgação)

A fazenda Annoni, localizada no município de Pontão, no interior do RS, onde ocorreu em 29 de outubro de 1985 a primeira ocupação brasileira de latifúndio por famílias do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), recebeu nesta terça-feira (28) milhares de pessoas de todas as regiões do Estado para a 40ª Romaria da Terra.

A edição comemorativa do evento, que acontece sempre na terça-feira de Carnaval por ocasião do aniversário de morte do indígena Sepé Tiaraju, resgatou a luta dos agricultores do assentamento por transformação social, sendo norteada pelo tema “Romaria da Terra: 40 anos de luta e memória das conquistas” e pelo lema “Terra de Deus, terra de irmãos”.

Após chegarem ao Assentamento Nossa Senhora Aparecida, os romeiros participaram de uma celebração eucarística, coordenada pela Arquidiocese de Passo Fundo. No local, também foi realizada uma feira com produtos da reforma agrária.

 Durante o trajeto, de cerca de 2 quilômetros, foram carregadas 40 tochas em celebração aos 40 anos da Romaria da Terra e uma cruz de mais de 3 metros de altura. (Foto: MST-RS/Divulgação)
Mais de 400 famílias vivem hoje nas comunidades do assentamento. (Foto: MST-RS/Divulgação)

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.