“Nossa terra é aqui, mas o horizonte é o mundo”, disse o governador do RS, José Ivo Sartori na abertura da 10ª Expodireto Cotrijal

Começou a 10ª edição da Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. Em cerimônia realizada na manhã desta segunda-feira (05), com a participação de autoridades setoriais, políticas e produtores rurais, o presidente da feira e da Cotrijal, Nei César Mânica destacou as pautas a serem realizadas no evento, que se resumem a tecnologia, inovação e oportunidade de negócios. Pelo quarto ano consecutivo, representantes dos cinco continentes e de mais de 70 países devem comparecer ao parque para falar sobre agronegócio.

O governador José Ivo Sartori conclui que os bons números no agronegócio entram em contraponto com o período de descrença que atinge quase todos os setores da economia brasileira. “A esperança é o primeiro passo nessa caminhada, e isso não falta por parte de nossos produtores rurais”, diz. Para Sartori, o agro foi o grande farol, a luz do ciclo econômico no último ano. “Nossa terra é aqui, mas o horizonte é o mundo”, finaliza o governador.

Neste ano, 500 expositores estarão espalhados pela Expodireto Cotrijal até sexta-feira (09). Durante a semana serão realizados debates e eventos que enaltecem as necessidades do homem do campo e as novidades previstas para o setor. “O mundo está olhando para nós hoje”, destaca Mânica, após apresentar a diversidade de atividades agendadas para a semana da feira.

Com a super safra, colhida em 2017, o agronegócio retomou o otimismo, segundo Mânica. “O Brasil estava descendo a ladeira abaixo, apresentando PIB negativo”, conta o presidente da Cotrijal, que comemora o crescimento significante do Produto Interno Bruto nos últimos meses, bem como a queda da inflação e das taxas de juros. “O agro é que está sustentando o nosso país”, ressalta Mânica. De acordo com ele, 2017 contabilizou um saldo positivo de 85 bilhões de reais para o agronegócio.

A cidade de Não-Me-Toque possui 18 mil habitantes e de acordo com o prefeito, Armando Ross, no período da Expodireto a cidade recebe mais de 260 mil pessoas. “É um desafio que enfrentamos todo ano, pois temos que dar conta de toda uma infraestrutura”, explica ele, que junto com a equipe da prefeitura passa de gabinete em gabinete “com o chapéu de baixo do braço para buscar recursos financeiros”.

Representando o ministro da agricultura, Blairo Maggi, o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, evidencia a importância do agronegócio para o PIB brasileiro, um percentual que gira em torno 25%. As exportações representam um número ainda maior, de 50%. “Mais de 1 bilhão de 400 mil pessoas são alimentadas pela produção brasileira”, termina o secretário. (Marysol Cooper/ O Sul)

Comentários