Nova York fechará escolas para conter avanço do coronavírus

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, anunciou nesta quarta-feira (18) que fechará as escolas públicas da cidade a partir desta quinta-feira (19) após o aumento no número de casos de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus Sars-CoV-2.

Em uma publicação no Twitter, o político americano explicou que “na última semana, cerca de 3% dos testes para Covid-19 na cidade de Nova York deram positivo”. “Infelizmente isso significa que as escolas públicas estarão fechadas a partir de amanhã, quinta-feira, 19 de novembro, como sinal de um excesso de precaução”, escreveu.

Para Nova York, que tem o maior distrito escolar público dos Estados Unidos, a medida é um “golpe”, principalmente porque a reabertura havia sido decidida nos últimos meses.

“Devemos lutar contra a segunda onda de Covid-19”, finalizou de Blasio. Na semana passada, o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, já havia determinado o fechamento antecipado de bares, restaurantes e academia em toda a região americana. Além disso, ele proibiu reuniões privadas, com mais de 10 pessoas.

Comentários