Novas instalações do Hospital Presidente Vargas, em Porto Alegre, são inauguradas

A entrega das obras contou com a presença do prefeito Nelson Marchezan Júnior. (Foto: Anselmo Cunha/PMPA)

A entrega oficial das obras de adequações das estruturas físicas do HMIPV (Hospital Materno Infantil Presidente Vargas) ocorreu nesta terça-feira (29) com a presença do prefeito Nelson Marchezan Júnior, do secretário de Saúde, Pablo Stürmer, da direção da instituição de saúde e de representantes do Hospital São Lucas da PUC.

A reforma, que aumentou em 89% a capacidade de atendimento da instituição neste inverno, foi possível graças ao convênio com o São Lucas. O Presidente Vargas contava com 98 leitos na área materno infantil e psiquiatria. Com a reforma, ganhou mais 87 e passou a 185 leitos em plena operação. Marchezan destaca que a parceria com a PUC surgiu como uma oportunidade intermediária para solucionar problemas e ampliar a oferta de recursos humanos no Presidente Vargas e qualificar as duas instituições de saúde da cidade.

“Priorizamos o interesse da parcela da população que mais precisa e o resultado é uma agregação de valor ao prédio, aos profissionais de saúde e em resolutividade dos serviços. E isso só foi possível graças à qualificação técnica da equipe da Secretaria Municipal de Saúde e a capacidade de entender e atender o próximo ”, disse o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

O prefeito ressalta que nesses quatro anos 150 mil pessoas que nunca tinham acessado o SUS (Sistema Único de Saúde) utilizaram a rede. O secretário Stürmer afirma que as parcerias com instituições privadas possibilitaram grandes avanços em oferta de serviços e estruturas de saúde.

“Nos orgulhamos de momentos como esses, que irão melhorar o atendimento e o cuidado com as mães e as crianças”, diz ele. Para a diretora-geral do HMIPV, Adriani Galvão, o convênio resolveu gargalos internos e ficará como legado para a Capital. “Ampliamos espaços e melhoramos serviços que irão modificar a vida das crianças e suas famílias. É uma honra encerrar a gestão com esta entrega”, completa. Já o diretor-geral do São Lucas, Leandro Batista Firme, afirma que a parceria inovadora é benéfica para toda sociedade.

Melhorias

Diversas áreas do hospital foram reformadas como Nutrição, Unidades de Cuidados Intermediários, Agência Transfusional, Nutrição e UTI Neonatal. Entre as melhorias, estão o Alojamento Conjunto, que passou de 24 para 26 vagas; o setor de Gestação de Alto Risco, de 9 para 18 vagas; a Internação Pediátrica, de 10 para 50 vagas; a Internação Psiquiátrica, de 18 para 24 vagas; a UTI Neonatal, de 8 para 25 vagas; a UCI Neonatal, de 12 para 20 vagas; a UTI Pediátrica, de 6 para 16 vagas; o Canguru, de 5 para 6 vagas, totalizando um aumento de 98 para 185 vagas nos setores.

Comentários