Novos secretários do governo de Eduardo Leite tomam posse

Anunciada na sexta-feira (29), a primeira reforma administrativa no secretariado do governo de Eduardo Leite foi efetivada nesta segunda-feira (1°), com as posses de Rodrigo Lorenzoni (Desenvolvimento Econômico e Turismo) e Mauro Luciano Hauschild (Justiça, Cidadania e Direitos Humanos).

A terceira mudança administrativa envolve a integração da Seplag (Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão) e da SGGE (Secretaria de Governança e Gestão Estratégica), que ficará a cargo do já titular da SGGE, Claudio Gastal.

“Fiz questão de vir pessoalmente, no gabinete que cada um de vocês que vai assumir, para marcar o início do trabalho e dar as boas-vindas”, afirmou Leite.

Procurador federal e ex-presidente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Mauro Luciano Hauschild assumiu oficialmente a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos no lugar de Catarina Paladini. “É uma secretaria muito importante e, infelizmente, se tornará ainda mais relevante por conta da crise agravada pela pandemia de coronavírus. Com certeza, teu conhecimento e tua experiência serão fundamentais”, disse o governador.

Leite também ressaltou a contribuição dada por Paladini na condução da pasta. O ex-secretário deixou o cargo para se dedicar às eleições deste ano. “Sei que os desafios são imensos, mas nosso esforço também será, principalmente o voltado às políticas públicas aos mais vulneráveis. Mesmo com poucos recursos, vamos buscar otimizá-los para entregar bons resultados para a população”, afirmou Hauschild.

Na sequência, o governador foi até a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, que será exercida por Rodrigo Lorenzoni no lugar de Rubens Bender, que a ocupava interinamente. O novo secretário assume com o compromisso de intensificar o planejamento das estratégias de promoção de desenvolvimento no Estado e também terá a tarefa de preparar a separação das áreas de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Depois da separação, cuja data de finalização não está definida, Lorenzoni – que já foi secretário de Articulação e Apoio aos Municípios no início da atual gestão e, como deputado, colaborou na aprovação da Reforma RS na Assembleia Legislativa – comandará a pasta do Turismo.

“Costumo dizer que nunca deixei o governo, apenas troquei de sala, porque sempre trabalhei em prol dos projetos do governo. Assumo, agora, com esse desafio inicial de desmembramento, ao lado do secretário Bender, para em seguida focarmos nas medidas de desenvolvimento econômico e turismo do nosso RS”, ressaltou Lorenzoni.

O governador agradeceu pelo trabalho desenvolvido por Bender e disse que a divisão das pastas é justamente para que as ações possam ser mais direcionadas e efetivas, já que o setor será fundamental no período da retomada econômica pós-pandemia.

Comentários