O governo do Estado vai quitar os salários dos servidores gaúchos que recebem até 2 mil e 700 reais nesta quarta

Os servidores do Poder Executivo com rendimento líquido de até R$ 2.700,00 terão os salários de janeiro quitados nesta quarta-feira (31). A partir do ingresso do ICMS, o governo do Estado alcança o pagamento de maneira integral da folha para 55,25% do funcionalismo (188.972 matrículas). Para atender este primeiro grupo de funcionários, a Sefaz (Secretaria da Fazenda) precisou reunir em caixa o total de R$ 323,3 milhões.

Os valores estarão disponíveis já no início da manhã desta quarta. No mesmo dia, será feito o repasse relacionado à indenização pelo atraso no pagamento dos salários do mês de dezembro e pagamento da primeira parcela do 13º salário de 2017 para todos os servidores, já com as correções.
A Sefaz segue monitorando o ingresso de receita para definir os próximos pagamentos e a previsão para quitação total da folha é até o próximo dia 16. O pagamento de R$ 2,7 mil contempla 59,72% do magistério, maior categoria do serviço público.

A parte líquida da folha do mês de janeiro fechou em R$ 1,174 bilhão (sem considerar as consignações bancárias). Ao todo, o Poder Executivo contempla 342 mil vínculos entre ativos, inativos e pensionistas.

Porto Alegre

Os salários do mês de janeiro dos servidores da prefeitura de Porto Alegre serão pagos integralmente nesta quarta-feira (31). A folha de pagamento deste mês totaliza R$ 140 milhões, segundo o Executivo.

De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Leonardo Busatto, a antecipação do IPTU (Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) e o ingresso de receitas do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) contribuíram para evitar o parcelamento das remunerações.

Devido à situação financeira do município, a Secretaria da Fazenda prevê o retorno do parcelamento de salários dos servidores da prefeitura nos próximos meses.

IPTU

Até 8 de março, os contribuintes de Porto Alegre podem quitar o valor em cota única do IPTU 2018 sem desconto.

Quem optar pelo pagamento parcelado poderá fazê-lo em até dez vezes sem desconto. No caso dos contribuintes que aderirem ao parcelamento, as guias começarão a ser entregues nas residências a partir da segunda quinzena de fevereiro.

Do total de valores arrecadados com o IPTU, pelo menos 25% são destinados à educação e 15% aplicados em saúde, conforme a Constituição Federal. O restante é utilizado em serviços prestados pela prefeitura à população.

O pagamento do IPTU 2018 da capital gaúcha com desconto de 10% foi aproveitado por 47,28% dos contribuintes. O prazo terminou no dia 3 de janeiro. A Secretaria Municipal da Fazenda contabilizou R$ 357,1 milhões, representando um acréscimo de 31,29% em relação ao valor apurado no mesmo período de 2017 (R$ 272,03 milhões).

Comentários