O lançamento da Campanha do Agasalho no Rio Grande do Sul vai marcar o encerramento do encontro de primeiras-damas

A Campanha do Agasalho 2018 do governo do Estado do Rio Grande do Sul será lançada nesta segunda-feira (4), às 16h, durante o encerramento do 4° Encontro de Primeiras-Damas – Protagonistas da Solidariedade. O evento será realizado na Sala da Música do Multipalco, no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, com a presença do governador José Ivo Sartori e da secretária do Gabinete de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori.

No dia, será apresentado o conceito da Campanha do Agasalho deste ano, que visa incentivar a arrecadação de qualquer tipo de agasalho, principalmente de peças infantis.

O Encontro de Primeiras-Damas, organizado pelo Gabinete de Políticas Sociais, será realizado a partir das 14h, também na Sala da Música, do Theatro São Pedro. Durante o evento será discutido as possibilidades de utilização de incentivos fiscais como o Programa Nota Fiscal Gaúcha, Lei da Solidariedade, Pró-Esporte, Pró-Cultura e Campanha Escolha o Destino.

Porto Alegre

Em Porto Alegre, a Campanha do Agasalho deste ano foi lançada no último dia 23. A meta é atingir 255 mil peças de roupas novas e usadas, cobertores, calçados, fraldas descartáveis e alimentos não perecíveis, superando a arrecadação do ano passado, 245 mil peças.

“Tenho a certeza que os porto-alegrenses e os gaúchos, juntamente com os padrinhos, participarão desta mobilização de atendimento aquelas pessoas que necessitam. Espero que superemos esta meta de 255 mil para que mais pessoas tenham o que vestir neste inverno”, destacou o prefeito na ocasião de lançamento. Marchezan disse, ainda, que haverá transparência total das doações para que todos saibam para onde foram e quantas pessoas foram atendidas e sugeriu a criação de um comitê que seria integrado pelos padrinhos, técnicos do Executivo e sociedade.

Para a secretária municipal do Desenvolvimento Social e Esporte, Denise Russo, a Campanha do Agasalho incentiva a responsabilidade social dos cidadãos, das empresas e das entidades em um movimento de solidariedade. “É importante que todos nós participemos desta mobilização, possibilitando que mais pessoas sejam atendidas”, salientou.

Falando em nome dos “padrinhos”, Eduardo Cidade da Rede Walmart, foi mais audacioso e lançou novo desafio: “Vamos arrecadar 300 mil peças em 2018”. Ele citou o mote da campanha que é evitar que a sensação das pessoas abrirem o armário e não terem o que vestir.

As doações à campanha, que se estenderá até o dia 23 de agosto, serão encaminhadas para as entidades ligadas à Fundação de Assistência e Cidadania (Fasc), já beneficiadas em anos anteriores e as que se cadastrarem pelo aplicativo ou site. Em 2017 foram arrecadadas 253.849 peças de roupas, 7.710 calçados, 9.200 fraldas, 9.390kg de alimentos e 378 artigos de higiene.

Comentários